07
Jul 07

 

Imagem retirada da Internet

 

 

 

 

Para onde quer que olhe, só vejo o seu sorriso...

     ... os seus olhos esverdeados...

Há algum tempo que me pergunto como é que isto poderá correr mal...

Penso que somos iguais...

     ... estamos ambos a jogar o mesmo jogo...

Mas quando a noite cai, este amor desvanece nas partidas do coração...

O amor é tão vulnerável...

     ... é como porcelana nas nossas mãos...

          ... e eu não consigo perceber...

Era incapaz de magoar quem amo...

     ... ele é tudo o que tenho...

Mas o amor é tão vulnerável...

Em dias como estes ninguém deveria estar sozinho...

     ... nenhum coração deveria esconder os seus sentimentos...

O seu toque  vai-me carinhosamente conquistando o coração...

Não há palavras para o descrever...

Deu cor aos segredos da minha alma que sussurrei enquanto sonhava...

Mas quando a noite acaba, esta visão acaba também com as partidas do coração...

 

 

 

 

 

Escrito por Someone Else às 13:17
música: Vulnerable - Roxette

Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Vulnerável...

mais sobre mim